A música sempre esteve presente na vida de Barbara Mendes. Criada no Rio de Janeiro e influenciada pela mãe, a cantora Marisa Rossi, ouvia os clássicos da MPB e do samba, desde muito cedo. Formada em Direito pela Universidade Cândido Mendes, nunca deixou a música de lado. Em 1996, aos vinte e três anos, parte para os Estados Unidos para estudar canto e performance musical na New School for Social Research, em Nova Iorque, onde vive por 10 anos. Na América, inicia uma sólida formação musical e bebe na fonte do Jazz, do Blues, do Pop e do Gospel, e agrega as influências da música americana às suas raízes brasileiras. Faz aulas de canto com Pat Holley, professora de grandes nomes do Jazz e dos musicais da Broadway.


Clique para ler a biografia completa

Social

GALERIA

Alguns momentos.

Clipping

Algumas notícias de Barbara Mendes

Domingão Do Faustão

Djavan relembrou semelhanças na história deles, e fez um comentário sobre a amiga: “Tem um início de carreira parecido com o meu, que é cantando na noite, em boates, etc”. Ela participava de saraus com ele, até que um dia Djavan resolveu convidá-la para cantar e se surpreendeu com a qualidade dela, “uma grande amiga e uma grande cantora”. Ela retribui o elogio: “Além de exemplo como músico, instrumentista, compositor e artista, sempre foi importante saber que uma pessoa que eu valorizo tanto acreditava no meu talento”
Clique aqui para ver a matéria completa.

Djavan

Cantor e Compositor

Armazém Cultural

Durante entrevista ao apresentador Tiago Alves, a cantora falou do segundo CD “Nada Pra Depois”, produzido por Maurício Oliveira e André Vasconcelos. Com composições autorais, o disco conta com participações especialíssimas de Ivan Lins, Hamilton de Holanda e Djavan, com quem teve a honra de gravar a música que dá nome ao álbum.
Confira a entrevista completa clicando aqui.

Rádio MEC AM

Tiago Alves

Mais Cultura Brasileira!

Barbara Mendes é mais conhecida em Nova Iork e na Grécia do que no seu próprio país de origem, mas graças a Deus, sua boa música foi alvo de elogios sensacionais do crivo de Djavan, Ivan Lins, Flávio Venturini e Tito Marcelo, que gravou com ela a bela canção Perdido na Lua, no CD dele, Frágil Verde, Força de Quebrar (2007), deixando sua marca registrada em um disco rico de sinônimos brasileiros. A voz de Barbara é um dos mais doces, singelos e caprichados e há pluralidade em sua bela forma de expressar sua música, transformando todo o ambiente em um ambiente sofisticado e requintado.
Leia a matéria completa clicando aqui.

Marcelo Teixeira

Blogueiro

CONTATO

Envie sua mensagem!